Design sem nome (32).png

FACHADAS
PELE DE VIDRO

PELE DE VIDRO é um método para aplicação de vidro em fachadas. Também é chamado de fachada cortina e structural glazing, sendo ideal para projetos de grande e médio porte.

Por meio dessa alternativa, os perfis estruturais de alumínio ficam ocultos. Ou seja, a fachada fica totalmente envidraçada, adquirindo visual leve e limpo. Além do apelo visual, a utilização de peles de vidro oferece também diversos outros benefícios. O mais imediato deles é a economia de energia: as paredes não bloqueiam a entrada de luz, o que dispensa o uso constante de iluminação artificial; outro benefício é um maior conforto térmico, especialmente no caso de vidros refletivos, que dispersam o calor e em algumas ocasiões podem até mesmo evitar a necessidade da utilização de ar condicionado. Barulhos e ruídos externos também são consideravelmente amenizados com esse tipo de aplicação – uma excelente vantagem para empresas localizadas em grandes centros ou regiões barulhentas.

A fixação do vidro é feita com adesivo estrutural e a instalação pode seguir três modelos:

1. Stick - Primeiro é feita a montagem da estrutura de fixação no prédio e, depois, a colocação dos quadros de alumínio com o vidro colado nesses elementos.

DFSDG.jpg

2. Grid - Primeiro é feita a montagem da estrutura de fixação no prédio e, depois, a colocação dos vidros parafusados na estrutura por meio de presilhas, neste modelo a fachada fica com a marcação dos perfis na parte externa.

ERWER.jpg

3. Unitizado - A colagem do vidro na estrutura de fixação é feita em fábrica. O conjunto chega na obra pronto para ser fixado — requer equipamentos de elevação, como guindastes.

photo4952162387268577658_edited.jpg